Esporte

À espera de reforços para zaga, Corinthians não renovará com Polga

Com atuações discretas, pentacampeão deixará o clube após o Mundial, mas diretoria quer fechar com os zagueiros Gil e Cleberson para 2013

Postada em: 09/12/2012 10h02m
O Corinthians mantém tudo em sigilo para não atrapalhar o rendimento da equipe no Mundial de Clubes, mas se movimenta no mercado em busca de reforços para a temporada 2013. Um dos setores que sofrerá mudanças é a defesa. O clube não renovará o contrato do zagueiro Anderson Polga, mas espera fechar no retorno ao Brasil com Gil, do Valenciennes da França, e Cleberson, do Atlético-PR.

Polga não agradou nos três meses que permaneceu no clube. O pentacampeão foi contratado para reforçar o elenco após a venda de Leandro Castán para o Roma, mas teve atuações apenas medianas nas poucas oportunidades de atuar. Testado também como volante para ser reserva imediato de Ralf, foi mal contra o Santos, no Pacaembu, pelo Brasileirão, e perdeu ainda mais espaço – o contrato vence em 31 de dezembro.

Sem alarde, a diretoria vem negociando nos últimos meses a chegada de jogadores para compor o setor e brigar diretamente com Chicão e Paulo André pelas vagas. Gil é o preferido do técnico Tite. A chegada do ex-cruzeirense esbarra no bom momento vivido por ele na França. O defensor já demonstrou publicamente interesse em voltar ao Brasil, mas a diretoria do clube europeu não aceita negociá-lo por menos de R$ 9 milhões.

Já Cleberson é uma aposta para o futuro. O zagueiro foi um dos destaques na campanha que reconduziu o Atlético-PR à elite do Campeonato Brasileiro. O Timão não deve gastar nada para contar com ele. Um grupo de investidores tem negociações avançadas para adquirir os direitos dele e emprestá-lo ao clube paulista, prática bastante comum no clube nos últimos anos, como aconteceu com Elias, Paulinho, Willian, Castán e outros.

Gil, de 24 anos, e Cleberson, de 20, se encaixam na política de diminuição da média de idade do elenco que a diretoria pretende adotar. Além disso, aumentará a disputa interna. Chicão é titular desde 2008, enquanto Paulo André precisa de cuidados médicos constantemente em virtude de problemas no joelho direito. O reserva Wallace caiu de rendimento nos últimos meses, enquanto Felipe deve ganhar mais oportunidades no início da próxima temporada.

O Corinthians negocia também para reforçar o setor ofensivo. Os grandes objetos de desejo da direção são o meia Renato Augusto, do Bayer Leverkusen, e o atacante Alexandre Pato, do Milan. O primeiro tem mais chances de ser contratado, já que vem tendo poucas oportunidades no clube alemão.

Pato é tratado como um sonho distante, mas não impossível. O clube autorizou o empresário Gilmar Veloz a oferecer um contrato de empréstimo ao Milan, pegando como gancho a tentativa de recuperar o atacante fisicamente e devolvê-lo em alto nível em 2014. O próprio atleta mostrou interesse em voltar ao Brasil para resgatar a carreira por não estar satisfeito na Itália.

Por enquanto, tudo é negado pela diretoria. Neste domingo, durante o treino da equipe em Kariya, no Japão, o presidente Mário Gobbi Filho desconversou.

– Não é o momento para falar disso – disse.

CORINTHIANS
  • Foto: Marcos Ribolli
  • Fonte: Globoesporte
  • Postador:

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem

Publicidades Surgiu-154